Nova turbina feita com impressora 3-D da GE congela água do mar para torná-la potável.

Por Fastcoexist.com
Publicado em 12 de novembro de 2015

A dessalinização é geralmente proibitivamente cara. Agora existe uma solução muito mais barata para cidades com escassez de água.

Até 2016, se você vive em San Diego, estado da Califórnia, você vai estar bebendo água do mar. Todos os dias, a nova usina de dessalinização vai transformar até 54 milhões de litros de água do mar em água doce como um seguro contra a seca contínua. Mas não é uma solução que pode facilmente se espalhar em outros lugares, apesar do fato de que grande parte da população da Califórnia e outros lugares afetados pela seca moram perto da costa. A usina custa US$ 1 bilhão para ser construida.

dessalinizacao turbina
Turbina feita com impressora 3-D promete baratear os custos com dessalinização (Imagem: GE)

Um novo design da GE, revelado no Festival de Inovação Fast Company, é muito menor e transportável – e muito mais barato. Usando turbinas a vapor geradas em impressora 3-D, uma versão em miniatura das máquinas que giram em usinas de energia, a nova tecnologia envia a água do mar através de um looping de hiper-resfriamento que a congela. O sal vem naturalmente para fora, e o resultado é água potável.

O processo utiliza cerca de oito vezes menos energia do que os processos convencionais de dessalinização, onde a água é evaporada através do calor. “Congelar a água não é uma nova abordagem, mas a economia não tem sido grande porque a recuperação de água tem sido tipicamente muito baixa”, diz Vitali Lissianski, um engenheiro químico no Laboratório de Sistemas de Energia da GE. “Acreditamos que com a abordagem única que estamos tomando para congelar a água através da nossa mini-turbina, toda a água poderia ser tratada.”

Usando drasticamente menos energia também significa custos muito mais baixos; a empresa estima que poderia ser até 20% mais barata. E isso pode ser o suficiente para espalhar a tecnologia de forma mais ampla e fornecer uma solução mais viável para a seca. “Para 97,5% da população a dessalinização é praticamente inacessível por que o sistema ainda é muito caro e difícil de se implementar em larga escala”, disse Lissianski em um comunicado. “Ao colocar a dessalinização ‘no gelo’, nós esperamos mudar essa dinâmica.”

Para maiores informações, acesse:

http://www.fastcoexist.com/3053467/ges-new-3-d-printed-turbines-freeze-seawater-to-make-it-drinkable
Tags: Seca, Tratamento de Água, Dessalinização, Mudanças Climáticas, Gestão Hídrica, Abastecimento de Água, Disponibilidade de água