O deslocamento de águas superficiais em torno da Terra.

Por Rebecca Morelle para BBC News 
Publicado em 25 de agosto de 2016

Os cientistas usaram imagens de satélite para estudar como a água na superfície da Terra mudou em 30 anos.

Aguas Superficiais 11
Áreas em verde mostram onde água cedeu lugar para terra e os pontos azuis onde a terra acumulou água.

 

Eles descobriram que 115.000 km quadrados (44.000 milhas quadradas) da terra está agora coberto de água e 173.000 quilômetros quadrados (67.000 milhas quadradas) de água tornou-se terra.

O maior aumento em água tem sido no planalto tibetano, enquanto o Mar de Aral tem sido a maior conversão de água para a terra.

A equipe disse que muitas áreas costeiras também mudaram significativamente.

A pesquisa, realizada pelo Instituto de Pesquisa Deltares na Holanda, é publicado na revista Nature Climate Change.

Aguas Superficiais 2

Novos lagos – visto como pixels azuis – estão surgindo no Planalto Tibetano

 

Os pesquisadores analisaram imagens de satélite registradas pelo satélites Landsat da NASA, que observaram a Terra durante décadas.

Eles foram capazes de monitorar mudanças na superfície da terra com uma resolução de 30m, o que pode ser visto no monitor do Aqua Deltares.

A equipe descobriu que vastas áreas que antes eram terras estão agora submersas debaixo de água, com a maior mudança ocorrendo no planalto tibetano, onde derretimento de geleiras estão criando novos e grandes lagos.

Aguas Superficiais 3

Novos lagos – visto como pixels azuis – estão surgindo no Planalto Tibetano

 

O aumento no número de barragens também foi aumentando a cobertura de água, e usando os dados de satélite, a equipe foi capaz de detectar construções anteriormente não observadas.

O Dr. Fedor Baart de Deltares disse: “Nós começamos a olhar para áreas que não tinham sido mapeadas antes.”

“Sabíamos que em Myanmar várias barragens foram sendo construídas, mas fomos capazes de ver quantas. E nós também analisamo a Coreia do Norte e encontramos barragens sendo construídas lá apenas ao norte da fronteira da Coreia do Sul.”

Aguas Superficiais 4O Mar de Aral foi quase completamente seco – visto na área em verde

 

Por outro lado, os pesquisadores também descobriram que áreas ainda maiores de água já se tornaram terra.

A maior transformação foi visto no Mar de Aral, na Ásia Central. O que já foi um dos maiores lagos do mundo está agora quase completamente seco após engenheiros desviarem rios para irrigar a agricultura.

Os pesquisadores disseram que o lago Mead perto de Las Vegas, que é o maior reservatório dos Estados Unidos, também foi perdendo água, e 222 quilômetros quadrados (85 milhas quadradas) se tornaram agora terra.

As áreas costeiras também foram analisados, e os cientistas se surpreenderam com litorais que haviam ganho mais terreno – 33.700 quilômetros quadrados (13.000 milhas quadradas) – do que haviam sido perdidos para água (20,100 km quadrados ou 7.800 milhas quadradas).
“Esperávamos que a costa iria começar a recuar devido à subida do nível do mar, mas o que é mais surpreendente é que costas estão crescendo em todo o mundo”, disse o Dr. Baart.
“Fomos capazes de criar mais terra do que o aumento do nível do mar estava tomando.”

Aguas Superficiais 5

Em Dubai, a criação de novas ilhas artificiais alteraram significativamente a costa

 

 Os pesquisadores disseram que a costa de Dubai tinha sido significativamente ampliada com a criação de novas ilhas para abrigar resorts de luxo.

“A China também reconstruiu toda a sua costa do Mar Amarelo por todo o caminho até Hong Kong,” diz Dr. Baart.

Algumas áreas, como a Amazônia, viu quantidades quase iguais de conversão de terras para a água e vice-versa por causa dos movimentos naturais do sistema fluvial.

A equipe diz que agora mais trabalho precisa ser feito para avaliar o impacto que essas mudanças globais podem ter.

O principal autor Gennadii Donchyts da Deltares disse: “Esta análise foi feita para compreender a extensão dessas alterações O próximo passo é entender o seu impacto na natureza.”.

Para maiores informações, acesse:

http://www.bbc.com/news/science-environment-37187100
Tags: Água superficiais, Seca, Modelagem Ambiental, Tecnologias de Águas, Modelagem Numérica